“Não vou comprar essa marca que não conheço, vai que é ruim.” Quantas vezes você já pensou isso? Marcas desconhecidas, o cérebro entende como medo; acreditar é prazeroso, nosso cérebro tem pavor de duvidas. O conhecido traz segurança. É daí que vem aquela mania de pedir sempre o mesmo prato no restaurante. Ou de comprar o detergente que sua mãe comprava quando você morava com ela. Nem sempre você acha o conhecido muito bom… mas o seu cérebro tem medo do desconhecido e, para te proteger, para você fazer uma compra segura, ele faz você escolher “o de sempre”.

Por isso, é preciso tornar sua marca conhecida. Para que as pessoas se sintam seguras em adquiri-la. Como? Simples: ao manter a constância na sua presença digital, contar suas histórias, suas ações no dia a dia, mostrar o que você preza, o que defende, você vai criando familiaridade, vínculos, empatia. Mas isso precisa ser feito do jeito certo. Seja verdadeiro, nada de lorota. Nada de simplesmente sair clonando algo que você leu e não domina o assunto, nada de se fantasiar do conhecimento alheio. Senão você vai ficar conhecido é como fraude, mentiroso, charlatão.

Crie um relacionamento com as pessoas, mostre o que você pensa, seu conhecimento específico, suas vivências, como é seu estilo de trabalho, porque criou seu produto. Ajude, colabore. É assim você vai ficando conhecido, vai construindo sua reputação, seu Branding.

Cuide bem do seu Branding.