Redes Sociais sim! Mas siga as regras…

Sim, todos já entenderam que hoje em dia médicos e profissionais de saúde em geral também precisam se divulgar nas redes sociais. O mundo mudou e a forma das pessoas se comunicarem também. É muito comum ver pacientes acessando a internet para buscar informações sobre saúde – e cabe aos bons profissionais manter o nível dessas informações o mais alto possível. Mas é necessário prestar muita atenção às regras de cada Conselho Regional, para não infringir nenhuma norma, porque o coleguinha invejoso vai te denunciar sim…

Aqui estão 8 recomendações que o CREMESP divulgou recentemente para os médicos, com base na Resolução CFM 2.126/2015

1 – Não publicar fotos de seu paciente ou em conjunto com o mesmo (mesmo com o concentimento do paciente); de recém-nascidos com seus familiares; nem em sala cirúrgica para relatar o que será feito ou procedimento já realizado.

2 – O médico não pode afirmar que não existem complicações em seus procedimentos ou que todos os seus pacientes estão satisfeitos, nem publicar imagens de “antes e depois”.

3 – Não publicar elogios ou agradecimentos por parte de terceiros e prêmios que não tenham valor científico como “melhor médico”, “médico em destaque” e similares.

4 – Preços de procedimentos e formas de pagamento não devem ser divulgados nas redes sociais dos médicos, eles também não devem oferecer prêmios, consultas ou avaliações gratuitas.

5 – Nas páginas de clínicas, hospitais, casas de saúde e outras instituições de saúde deverão constar o nome do diretor técnico e sua correspondente inscrição no Conselho Regional de Medicina.

6 – O médico pode divulgar em suas redes sociais informações, entrevistas e publicar artigos, versando sobre assuntos médicos de fins estritamente educativos.

7 – O médico pode divulgar os cursos e atualizações realizados, desde que relacionados à sua especialidade ou área de atuação devidamente registrada no Conselho Regional de Medicina.

8 – Sempre que houver dúvida, o médico deverá consultar a Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos (Codame) dos Conselhos Regionais de Medicina, visando enquadrar o anúncio aos dispositivos legais e éticos.

Mas como fazer boas postagens então?
“Marque sua consulta”, “Já visitou seu dentista este semestre” ou “Agenda aberta para agosto” não atraem público algum. Coloco aqui 5 dicas para postagens eficientes:

1 – Pessoas se conectam com pessoas. Se você tem uma clínica, não poste “a Clinica Sorriso cuida de você para que… etc”. Pessoas não conversam com empresas. Poste como você mesmo, você é uma pessoa que trabalha ali. “Eu, Dra Fernanda, da Clínica Sorriso, quero cuidar de seus dentes para que você nunca tenha cáries.” Percebe a diferença da comunicação? Tenha um propósito. Mostre que você se importa. Fale com naturalidade, como se o paciente estivesse sentado na sua frente.

2 – Grave videos falando sobre o seu trabalho de forma bem acessível ao público leigo. Explique como se fosse para uma criança de 6 anos (mas sem voz de bebezinho pelamordedeus!). Por exemplo, se você é dermatologista fale sobre a importância dos cuidados com a pele a cada faixa etária (cada faixa vale um video, não poste todas de uma vez!). Dê informações úteis e valiosas. Não fale por alto, explique bem direitinho. Não, você não vai perder pacientes por dar conteúdo de valor gratuitamente, ao contrário. Mais pessoas vão te procurar.

3 – Faça uma série de videos curtinhos, tipo um minuto, com uma única dica. Dê um nome interessante à série, tipo “Um Minuto para Nutrir”, “Dicas da Corujinha” (lembrei-me da marca da minha cliente Meu Sonho é Dormir) ou “Prevenir é Rápido”. Mantenha uma regularidade (ter um dia da semana certo para postar é ótimo!) e aos você terá uma audiência fiel.

4 – Tire proveito das estações do ano. Ex: se você é alergista, fale sobre as alergias que mais surgem no inverno e como evita-las. Se você é cirurgião plástico mostre porque os meses mais frios são ideais para certos tipos de tratamento, etc.

5 – Não faça da sua timeline um álbum de figurinhas. Algumas pessoas usam a mesma base (template) para todas as postagens buscando uma padronização e acaba que no conjunto fica muito monótono. Intercale não apenas as bases como os assuntos. Faça um planejamento de postagens. Sim, use sempre fotos muito bonitas (evite aquelas fotos que mostram a gente por dentro, nós leigos não queremos ver sangue, vísceras, pontos recém dados, acho que vou desmaiar…) mas intercale uma frase motivacional com uma dica, com algo divertido, com algo sério, com uma foto que apareça você – sim, o povo quer ver você.

Mas e os depoimentos dos pacientes? Seus pacientes podem postar por escrito na aba “avaliações” da sua fanpage, e ainda marcar quantas estrelinhas você merece (o que, você não tem uma fanpage? Ora, ora… Vá já pro Facebook criar uma!). Uma dica legal: crie uma hashtag exclusiva e peça para os pacientes utilizarem quando postarem sobre você em suas redes. Você não pode postar foto com o paciente, mas o paciente pode postar foto com você! E usando a sua hashtag, fica fácil o público te encontrar! Divulgue sua hashtag no seu site, nas redes sociais e vale até colocar uma plaquinha na parede do consultório. É a era digital, vamos aproveitar os bons recursos que ela nos oferece!

Beijo beijo e bons posts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *