Guia para uma live legal

como fazer uma live de yoga

Recentemente as pessoas precisaram mudar seus hábitos para se adaptar a uma situação de emergência mundial. Alguns, que já estavam acostumados a trabalhar remotamente, em home office, lidaram com isso muito bem. Mas a grande maioria precisou aprender a nadar já estando dentro da piscina de tubarões. Eu, que trabalho há 20 anos em casa, estava recentemente, por conta do grande volume de trabalho, tentando era sair mais…

Ajudei recentemente o studio onde pratico yoga a ministrar suas aulas de forma online, com todos os professores a salvo em suas casas. É maravilhoso poder manter a prática durante o período – necessário – de isolamento. Compartilho com você as orientações que passei a eles, podem ser úteis para suas próprias transmissões ao vivo, tanto de yoga como também para outros assuntos. Fique a salvo, fique em casa. É muita fase muito difícil, mas vai passar, e como estaremos depois depende de como agimos agora.

CHECKLIST PARA AULA DE YOGA ONLINE

  • Restarte seu modem 15 minutos antes da live. Isso evitará travamentos da internet durante a transmissão.
  • Confira se a bateria do seu celular está carregada.
  • Limpe a lente da camera do celular.
  • Use o microfone do celular para “aproximar” o som de você.
  • Coloque o celular/microfone longe de locais com ruídos (tipo fontes zen de água)
  • Cheque a iluminação tirando uma foto sua no local e posição que os participantes da aula vão te ver. Use o timer da camera se não tiver quem ajude.
  • Entre ao vivo 10 minutos antes da hora marcada para fazer os ajustes. O Instagram só nos dá 1 hora de transmissão, não vamos disperdiçar esse tempo. Fale com as pessoas… “Oi, pessoal, estou aqui ajustando tudo porque à tal hora em ponto vou entrar para começar a nossa aula. A luz está boa? O som está bom?” Na hora que você entrar, já estará tudo pronto.
  • Se você não estiver sozinho, peça a quem junto para acompanhar a live em seu próprio celular, para monitorar a transmissão. Nem sempre você não poderá ficar olhando se tudo está ok.
  • Desative os comentários ao iniciar a aula.
  • Se você ultrapassar o tempo de 1 hora o Instagram te corta e você não pode nem salvar a live, nem compartilhar. Planeje uma aula de 50 minutos, é mais seguro.
  • Baixe a live ANTES de compartilhar. Senão depois não tem como. É legal guardar esses arquivos para ações futuras. Esses videos podem ir pro YouTube, ou parte deles pro IGTV (não sei ato tempo IGTV está liberando, eram 10 minutos mas sei de gente que consegue mais).
  • Compartilhe a live nos stories. Ela permanecerá lá por 24h.

Cartão de visitas: ainda se usa?

Resposta rápida, não preciso nem pensar: SIM!!!! O bom e tradicional cartão de visitas impresso ainda se usa!

Já vi várias pessoas defendendo que cartão de visitas é algo ultrapassado, que é anti-ecológico, que você tem é que pegar o WhatsApp das pessoas. Na minha opinião, não é bem assim.⠀

O cartão de visitas é chique, é eficiente e é uma ótima forma de “formalizar” um contato presencial. E sim, ele faz parte do seu branding. Para garantir o sucesso dele, tenho uma lista de regrinhas, que fui construindo com minha experiência ao longo dos anos:⠀

✨ Imprima seus cartões em papel de alta gramatura. Nada de cartão molenga!⠀
✨ Mande imprimir numa gráfica! Nada de fazer seus cartões em casa na impressora jato de tinta, isso ficou no século passado! Quanto melhor a impressão, mais chique seu cartão ficará e mais seu valor percebido aumentará.⠀
✨ Menos é mais: cuidado para não poluir o visual. ⠀
✨ Use as duas faces. Sim, distribua as informações de forma coerente na frente e no verso do cartão.⠀
✨ Legibilidade em primeiro lugar. Nada de fontes muito pequenas nem muito cheias de detalhes. Verniz em cima do texto também prejudica a leitura (na marca ou em detalhes fica ótimo)⠀
✨ Nada de cartão “misterioso”! Mostre claramente seu nome, o que você faz e como te acham.⠀
✨ Não coloque o seu currículo no cartão de visitas. Sim, você merece e deve exibir todos os títulos que conquistou, mas um pedaço de papel 9 X 5cm não é o local mais adequado pra isso. Escolha o título mais importante e tá ótimo.⠀
✨ Mas você pode, com parcimônia, dar o seu recado! Na frente do meu cartão, em cima da minha marca, está escrito: “O desenho da sua marca precisa transmitir o real valor do seu produto ou serviço.” ⠀
✨ Tenha seu cartão de visitas sempre com você! Nunca sabemos quando vamos precisar, e é chato quando pedem e a gente está sem.⠀

👩‍🎤 Quer ser moderno? Tenha uma versão virtual do seu cartão de visitas, para mandar por WhatsApp! Mais bacana ainda se você colocar nele links clicáveis direcionando para suas redes sociais. Tenho aqui no blog um post ensinando como se faz isso, dá uma olhada.⠀<< clica!

Como fazer seu cartão virtual com links clicáveis, no site Canva.

Muita gente me pergunta, o povo ama, o povo quer mandar cartão pelo WhatsApp com links que levam para o e-mail ou redes sociais. Então vou ensinar aqui, de forma bem fácil. Você precisa ter uma conta no site www.canva.com, mas é grátis. Bora lá:⠀

1 – Abra o Canva e escolha criar Instagram Story (vai te dar o tamanho bom para o cartão, que é 1080 X 1920px).⠀

2 – Crie um cartão como você achar bonito. A partir de um template do Canva, ou como quiser. O importante é depois inserir separadamente as imagens dos ícones que você quer linkar. Abaixo, os ícones das redes sociais não fazem parte da minha foto, eles foram colocados separadamente. No próprio Canva você encontra diversos modelos de ícones, ou pode fazer upload de outros, se preferir.⠀



3 – Clique na imagem do ícone para seleciona-lo e, no menu superior do Canva, selecione os elos que representam “adicionar link”. ⠀



4 – Vai aparecer uma janela. Escreva o link COMPLETO. Ex: os meus são http://www.instagram.com/marciafialhobranding , http://www.facebook.com/marciafialhobranding. Não basta colocar os “@”, tem que escrever tudinho. Para linkar o WhatsApp use o código https://api.whatsapp.com/send?phone=SeuNúmero substituindo “SeuNúmero” por seu DDI, seu DDD e seu telefone. Ex de um tel do RJ: “55219999-9999”. Para linkar o e-mail escreva “mailto:” seguido de seu e-mail. Ex: mailto:marcia@marciafialho.com.br⠀



(Às vezes o Canva implica com o endereço de e-mail! Sim, ele é temperamental. Caso aconteça com você, baixe o arquivo e insira o link no PDF usando o site https://www.pdfescape.com/ Vou colocar um video no final deste post ensinando.)⠀

5 – Baixe o arquivo como PDF padrão e atenção: o nome do arquivo aparece para o usuário! Então coloque um nome coerente. Nada de IMG_3742!

A parte de cima do cartão fica aparente qdo você envia, mesmo antes do usuário abrir o cartão. Tire proveito disso, escreva algo legal. Envie o PDF para o seu WhatsApp e encaminhe para seus clientes!⠀


Veja como fica quando a pessoa toca no arquivo:


Espero que tenha gostado!!!!

Extra: O Canva implicou e não quis adicionar o seu link de e-mail? Veja no rápido video abaixo como fazer usando o site PDF Escape:

Como saber se é permitido utilizar a foto que você pesquisou no Google.

Muita gente acha que tudo o que está na internet é liberado para uso. Só que não… A Internet não é um self-service de imagens e textos. Já ouviu falar de direitos autorais?

Vamos falar aqui especificamente de imagens. Sim, existem diversas fotos de utilização permitida gratuitamente. Mas muitas têm direitos autorais. Algumas vêm com marca d’água para indicar claramente que você não pode utilizá-las sem permissão e/ou pagamento. Outras não, mas nem assim pode-se reutiliza-las.

Como distingui-las? Montei um passo a passo para você nunca precisar passar pelo constrangimento de receber um direct desaforado. Ou pior, um processo judicial. É só seguir o passo a passo:

Outra coisa que pega muito mal é plagiar postagens, sejam textos ou imagens. Integridade e autenticidade fazem parte de um branding eficiente. Ao postar uma frase, imagem ou texto que você achou bacana, cite a fonte, o autor.

Gostou do tutorial? Passa adiante, para alguém que precise saber disso! 😉

Vai ficar tudo bem.

Muitas vezes as pessoas chegam aos consultórios médicos assustadas e/ou amedrontadas. Uma vez acompanhei uma amiga que tinha uma doença séria, ela precisou sentar na recepção no térreo e se acalmar, tamanho o medo de subir para a consulta. Os fantásticos profissionais que cuidam da nossa saúde não conseguem imaginar como pode ser difícil às vezes passar por suas portas e aguardar os intermináveis minutos para a consulta. “Será que é grave?” “Eu sei que é grave… será que tem cura?” “Quanto tempo levará para eu me curar?” Passa de tudo e muito mais na cabeça da gente.

Certa vez fui ao consultório de um angiologista, não para me consultar, mas para fazer uns trabalhos para ele. Lembro-me do tempo que passei na sala de espera. Os rostos preocupados dos pacientes… e os quadros na parede. Aneurismas. Sim, os quadros eram imagens de aneurismas. Lembro-me que quando entrei no consultório disse a ele “o cara chega aqui todo estrupiado – sim, usei esse termo técnico-científico – e tem que ficar olhando aquelas coisas horrorosas?” E ele respondeu “mas são imagens lindas!” Sim, claro que eram. Para ele, porque aquelas imagens significavam toda a “mágica” que ele fazia (era um médico fantástico) para curar os pacientes. Mas os pacientes olhavam e só viam doença.

Que tal acolher seus pacientes em seu consultório fazendo-os, pelo menos por um momento, esquecer suas doenças? Tenha na sala de espera uma TV que não passe a novela ou – pior – o noticiário. Mostre uma sequência de imagens bonitas, positivas, relaxantes. Tenha quadros, posters, almofadas com afirmações positivas, algo que a pessoa precise naquele momento. “Isso também vai passar”, “Vai ficar tudo bem”, “Momentos difíceis nos tornam mais fortes”, algo que a gente falaria para um amigo em um momento complicado. Pode até ter uma “brincadeira”, um pote que ao invés de balas tenha um monte de papaeizinhos: “Tire aqui a sua afirmação do dia. Repita-a várias vezes e eleve seu espírito”. Uma simples frase à vezes cai como uma luva em um momento pessoal, e isso só traz vantagens, tanto para quem cuida como para quem está sendo cuidado.