Faça posts lindos.

Uma vez ouvi uma pessoa dizer: “posts de Instagram não precisam ser bonitos, a não ser para quem é da área de design.” Mas péra aí… só quem é da área de moda se veste com roupas bonitas? Só quem é da área de arquitetura tem uma casa bacana? 🤔⠀

O que é bonito chama a atenção. Se destaca. O povo para para admirar. O que é bonito gera emoção, e o cérebro tende a se lembrar mais de algo que emocionou do que de algo que apenas foi visto. 🥰⠀

Na hora de fazer seus posts, capriche no visual. Pense no tipo de posts que você gosta de olhar. Fuja dos excessos: muito texto, muito sombreado, muitos elementos. 😝⠀

Seus posts fazem parte do seu branding. Eles vão influenciar muito na percepção que seu público terá de sua empresa. 🤗⠀

E quem como eu não consegue esquecer essa cena do Richard Gere subindo a escada rolante levanta a mão!!!!! 😍🙋🏼⠀

Eu tenho um curso onde ensino rapidinho a fazer posts lindos, se quiser conhecer acesse http://www.marciafialho.com.br/canvaem1hora!!!! 😉

Porque investir em um BOM DESIGN

“Impressões positivas provocadas por um BOM DESIGN levam as pessoas a sentir que o produto ou serviço é positivo sob todos os aspectos.”
Darren Bridger

Em seu livro “Neuromarketing: como o design pode aumentar o engajamento e a influência sobre os consumidores” o psicólogo britânico Darren Bridger, pioneiro no campo da neurociência do consumidor, aponta algo que pode ser facilmente comprovado em nosso dia a dia: o que PARECE ter qualidade é assumido como algo que TEM qualidade.⠀

As pessoas estão cada vez mais expostas a estímulos visuais na hora de decidir o que comprar e, mais importante, DE QUEM comprar. Os olhos estão super afiados para detectar, sem mesmo ter uma explicação do porquê, algo que julgam melhor, pior, de alto ou baixo nível, comum, popular ou de alta qualidade, caro, diferenciado.⠀

Não é difícil nem inatingivelmente caro qualificar um produto por meio do design. E é sem dúvida um investimento que traz retorno comprovado. Basta contratar um profissional experiente na área. Sem dúvida alguma, esse tipo de diferenciação está cada vez mais importante em nosso mundo atual. ⠀

Sua marca é você, quando você não está presente. Ela transmite o discurso de apresentação da sua empresa que você faria se pudesse conversar com seu público um a um. ⠀

O que sua marca está dizendo ao seu público hoje?⠀

Caso queira conversar sobre isso, me manda uma mensagem, vai ser um prazer te ajudar a se destacar no mercado saturado.

Sua marca precisa de um branding tão relevante como o Natal

O Natal é o case de branding mais eficiente da face da terra. Já parou para pensar nisso? Ele mexe com todos os sentidos e também com as emoções… Atinge os públicos mais variados, com um propósito único: promover a união das pessoas. O Natal mobiliza e engaja o mundo todo.

As coisas tem “cara de Natal”, mesmo sem existir um desenho de marca fixo. O Natal é uma marca sem logotipo, o nome já basta. E em qualquer idioma. Qualquer criancinha pequena sabe distinguir uma decoração comum de uma decoração de Natal. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Natal tem paleta de cores (vermelho, verde, dourado), ícones (guiso, sinos, laços, estrelinhas), mascotes (duendes, renas, Papai Noel)… Tem branding sensorial: você ouve uma música e já sabe: “Natal”. Olha um pinheiro e lembra: “árvore de Natal”. Presunto tender? Natal. Panetone, rabanada? Totalmente Natal. Como pode certas comidas terem “gosto de Natal”??? E “cheiro de Natal”? Também tem. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O Natal emociona. Existe um “clima natalino”. Quem não se lembra dos Natais de quando criança? Quem não tem uma história de Natal alegre, engraçada, inusitada ou mesmo triste para contar? As pessoas gostam de conversar sobre o Natal. “Onde vai passar o Natal?” “Já comprou os presentes de Natal?” “E a família, vem pro Natal?”
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O Natal é comemorado de maneiras diferentes em diversos países do mundo, mas não importa onde, ele sempre tem “cara de Natal”.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Fala sério, tem branding mais perfeito que esse??? Deixa a Apple no chinelo… rs, rs…
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Desejo a todos um fantástico Natal, e um branding super bem sucedido em 2020!

Você tem medo do sucesso?

“Nosso maior medo não é o de sermos inadequados. Nosso maior medo é que tenhamos poderes acima da média. É a nossa LUZ, e não a nossa escuridão que mais nos assusta. Nos perguntamos ‘quem sou eu para ser brilhante, encantador(a), talentoso(a), fabuloso(a)?’ Na verdade, quem é você para NÃO SER tudo isso? Você é uma criação divina. Diminuir-se não ajuda o mundo. Não há nada de louvável em encolher-se para que as pessoas não se sintam inseguras perto de você. Todos nós nascemos para brilhar, como fazem as crianças. Nascemos para manifestar a luz que está dentro de nós. Não apenas alguns de nós. Todos nós. E ao permitirmos que nossa luz pessoal brilhe, inconscientemente damos permissão aos outros para fazer o mesmo. Ao nos liberarmos de nossos medos, nossa presença automaticamente libera as outras pessoas dos seus.”
Marianne Williamson

Parece estranho, mas muita gente acha que ao se destacar a família vai rejeitar, os amigos vão se afastar, vai ser taxado de “besta”, “esnobe”, e só as pessoas oportunistas continuarão por perto. E por isso mantém-se na média, se apagam, se escondem. Não se diferenciam, copiam os outros, ficam no “tá ruim, mas tá bom”.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Todos nós nascemos para brilhar. Não ajudamos ninguém nos mantendo abaixo de nossas capacidades, pelo contrário! Podemos inspirar, gerar confiança nas outras pessoas, mostrar que é possível, sim. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“Não gosto de me expor na internet!” Aparecer na internet não necessariamente significa se expor. Pode significar “disponibilizar informação de valor que vai ajudar muita gente”. Quantas pessoas estão caindo nas mãos de maus profissionais porque você está com medo de fazer sucesso? De mostrar o seu real valor?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Não esconda o seu talento. Não reduza a sua luz. Seja tudo o que você nasceu para ser, como diz o Bruno Gimenes @brunojgimenes . E mostre isso ao mundo. Seja único.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Agradecimento especial à minha amiga Viviane de Farias @vividefarias que me apresentou este lindo texto da Marianne Williamson.

Como gerar autoridade na internet?

“Eu vejo esse pessoal novinho cheio de seguidores… como pode???”
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Bem, vamos por partes… primeiro que ter muitos seguidores não necessariamente significa engajamento. Já ouviu dizer que “likes não pagam boletos”? 😂😂😂 Outra coisa é que quem tem muita visibilidade geralmente tem um público grande. Poste todos os dias, faça muitos stories e você verá seu público crescer. Mas você quer público ou clientes?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para você ter mais clientes mais pessoas precisam te conhecer. Saber seus valores, sua competência. Saber da sua EXPERIÊNCIA com o assunto que está divulgando. Há quantos anos você faz o que faz? Qual a sua história, o que já conquistou? Quais seus resultados? ⠀

Para começar, siga esse passo a passo:

1 – MOSTRE A SUA EXPERIÊNCIA.
Muita gente nova chegando, prometendo isso e aquilo mais, em uma área que você domina. Mas eles têm a mesma vivência que você? Mostre isso.

2 – MOSTRE QUE VOCÊ ESTÁ SEMPRE SE ATUALIZANDO.
Dominar uma área não é ficar estagnado nela. Você costuma pesquisar e conhecer as novas tendências do seu mercado? Mostre isso.

3 – MOSTRE OS SEUS RESULTADOS.
Seu ótimo trabalho está gerando fantásticos resultados?
Mostre isso.

4 – MOSTRE OS SEUS CLIENTES FELIZES.
Seus clientes te adoram, te recomendam, gostam de contar para todos que você trabalha para eles? Mostre isso.

5 – MOSTRE QUEM VOCÊ É.
Você é integro, ama o que faz, preocupa-se com as pessoas? Gosta de crianças, de cachorros, de idosos? Mostre isso.

6 – SEJA ÚNICO.
Tenha uma marca diferenciada.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
É o que falo para meus alunos na mentoria de postagens para redes sociais. Converse com o público. Mostre quem você é. Trabalhe bem o seu BRANDING.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Envie este post para aquele seu amigo que é um super profissional mas está perdendo mercado porque não se divulga adequadamente na internet. 😉

Pense nos direitos autorais!

Sempre gostei de ler. Quando criança li tudo do Monteiro Lobato, depois passei para Julio Verne, Mark Twain, Jane Austin… e por aí fui. Mais crescida me deliciava com os livros de Agatha Christie. Bom, já deu para ter um idéia, né? Entrar numa livraria até hoje é um “sufoco”, porque acabo comprando mais livros do que tenho tempo de ler.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Há alguns anos tenho lido mais livros, digamos, profissionais, do que de entretenimento. E veio a internet… com dois cliques compro mais um livro, que é entregue em casa.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Aí vem o lado negro da força… trabalhei muitos anos para uma editora musical, fazendo não apenas capas como muitas vezes a parte interna dos livros, chamada tecnicamente de “miolo”. E para imprimir na gráfica gerava um arquivo eletrônico, o famoso PDF. Que eu enviava para a editora pela internet e a editora fazia o mesmo para que a gráfica o recebesse. E é nesse “passa-passa” que a coisa desanda hoje em dia.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Um livro precisa muitas vezes ser traduzido e revisado, depois formatado e finalmente impresso. Imagina por quantas pessoas esses arquivos não passam. Pois bem, muitas vezes as pessoas simplesmente enviam esses arquivos para quem não devem e eles “caem” na internet. E começa o famoso “compartilhamento”. “Alguém tem o PDF do livro tal pra me mandar???” Não demora 30 segundos e o livro completo está em mais um computador. Sem que o autor tenha ganho um centavo com isso…
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Compartilhar PDFs não autorizados de livros é PIRATARIA. E pirataria é CRIME. Eu sei que a grande maioria das pessoas não faz por mal, faz por falta de informação. Mas o desconhecimento da lei não justifica o delito. Toda obra intelectual tem direitos autorais, e é isso que sustenta o autor. E a editora, e a gráfica. Muitos autores disponibilizam uma versão “light” do livro gratuitamente, ou até escrevem obras com a finalidade de distribuir sem custo mesmo. Mas livros que foram feitos para ser comercializados não podem ser repassados. Não faça isso. ⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Integridade também faz parte do seu BRANDING.

Você baixa seus preços na BLACK FRIDAY?

Aí vem um e me fala: “Marcia, vou lançar meu produto novo junto com a Black Friday!” E eu respondo: “TEM CERTEZA?????”

BLACK FRIDAY. Um ótimo momento para comprar coisas! Tem ótimas ofertas, os preços vão lá no chão. É uma ótima data pra quem compra!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
PRA QUEM COMPRA!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Pra quem vende NÃO!!!! A não ser que você esteja vendendo algo que nunca mais vá vender na vida. Quer se livrar daquilo, esquecer pra sempre. Mudar de ramo. Se aposentar. Queimar o estoque e se mudar pras ilhas Canárias. Aí sim.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
MAS o seu produto novo, lançamento, ou o que você vende regularmente, ou mesmo o seu serviço principal NÃO PODE SER DESVALORIZADO! Porque será muito difícil você conseguir recolocá-lo em um patamar superior. Talvez nunca mais consiga.

Uma vez eu comprei um serviço na Black Friday. Adorei. E agora quero comprar de novo. O que estou fazendo? ESTOU ESPERANDO A PRÓXIMA BLACK FRIDAY!!!!!

O que as pessoas pensam quando ouvem o termo BLACK FRIDAY?
Pechincha,
Preço baixo,
Refugo,
Sobra.

A Black Friday foi criada nos Estados Unidos para liquidar o que não foi possível vender no feriado de Thanksgiving. É o dia seguinte. O que sobrou. Raspas e restos.

É essa percepção de valor que você quer que seu cliente tenha do seu produto?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Posicionamento é uma parte importantíssima do branding de uma empresa. Cuide bem do seu. Se você é PREMIUM tenha um posicionamento PREMIUM. Não se posicione como Black Friday. Cuide bem do seu Branding.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Isso também é assunto da minha mentoria de postagens para redes sociais. Vamos conversar?

E aí, já me segue nas redes sociais? Para Instagram clique aqui. Para Facebook, clique aqui. Bora lá! 😉

O que é POSICIONAMENTO

O que é POSICIONAMENTO?
É o que os outros vêem em você.
É o que os outros acham que você é.
É a forma como te classificam.
É o valor que as pessoas percebem.

Posicionamento não é o que você é. Posicionamento é o que você consegue mostrar às pessoas que você é.

Veja este exemplo: na foto, ambas as garrafas são “água mineral com gás”… mas uma tem um posicionamento premium. Em uma palestra importante, por exemplo, qual delas ficaria mais adequada na mesa do palestrante? São certamente a mesma água, mas a segunda passa uma idéia de cuidado, de importância, de valor. Tipo “não escolhi qualquer água”.

Como você é visto hoje?
Seus clientes te enxergam como PREMIUM ou GENÉRICO?
Como você se posiciona nas redes sociais?

Consultoria de marcas
Se você precisa de alguém que analise o seu logotipo, sua forma atual de posicionar o seu negócio, seu branding, me chama no direct do Instagram ou no inbox do Facebook para falarmos sobre a minha consultoria online.

Vai ficar dependendo da divulgação boca a boca?

Nos anos 1950 o filósofo britânico Bertrand Russel disse: “o problema do mundo é que tolos e fanáticos são sempre cheios de certezas enquanto os sábios estão cheios de dúvidas.” A adaptação para 2019 seria: “o problema do mundo é que os sábios não querem se divulgar na internet enquanto os espertelecos estão lá nadando de braçada.”

ATÉ QUANDO, HEIN???

Mas é todo dia, TOOOODO DIA que acontece isso: ouço um lamento, que “as coisas estão difíceis “, que “os clientes sumiram”, que “já mandei 500 currículos e não me chamaram pra nenhuma entrevista de emprego”, e esse lamento é seguido de “esse negócio de aparecer na internet não é pra mim”. ⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Gente… vamos acordar? Tem tempo que a internet deixou de ser bobajada de adolescente. E as pessoas vão continuar, sim, e cada vez mais, se consultando com o “Dr Google” antes de procurar um médico. Fora que estão indo direto lá também para validar a escolha do médico!!!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Internet é fonte de informação. Quando as pessoas forem lá para buscar um profissional da sua área vão encontrar você? Ou vão encontrar o zemané esperteleco que não tem um terço da sua capacidade profissional mas tem cara de pau e assim está se divulgando? E pegando OS SEUS clientes. ⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Doeu? Me chama inbox no Facebook ou Instagram que eu te explico como tenho ajudado diversas pessoas a sair dessa situação.

Como saber se é permitido utilizar a foto que você pesquisou no Google.

Muita gente acha que tudo o que está na internet é liberado para uso. Só que não… A Internet não é um self-service de imagens e textos. Já ouviu falar de direitos autorais?

Vamos falar aqui especificamente de imagens. Sim, existem diversas fotos de utilização permitida gratuitamente. Mas muitas têm direitos autorais. Algumas vêm com marca d’água para indicar claramente que você não pode utilizá-las sem permissão e/ou pagamento. Outras não, mas nem assim pode-se reutiliza-las.

Como distingui-las? Montei um passo a passo para você nunca precisar passar pelo constrangimento de receber um direct desaforado. Ou pior, um processo judicial. É só seguir o passo a passo:

Outra coisa que pega muito mal é plagiar postagens, sejam textos ou imagens. Integridade e autenticidade fazem parte de um branding eficiente. Ao postar uma frase, imagem ou texto que você achou bacana, cite a fonte, o autor.

Gostou do tutorial? Passa adiante, para alguém que precise saber disso! 😉